domingo, 29 de abril de 2012

Amizade

Hoje é um domingo daqueles chuvosos, onde o sofá praticamente te abraça.  E eu tava aqui olhando algumas fotos no Face, revendo velhos amigos... que hoje viraram velhos conhecidos, talvez até desconhecidos.  


Eu me pergunto, em que momento nos desconectamos?!  Será que é aquele afastamento natural da vida?  Começo a acreditar que poucas amizades duram a vida inteira.  A maioria delas perde o impulso.  E isso me deixa um pouco frustrada.  Olho pra algumas pessoas e não entendo como fomos tão amigas na adolescência e deixamos de ser depois de adultas.  O que é que aconteceu que não tivemos mais tempo nem pra um telefonema?


Amizade exige dedicação, cheiro, convívio, proximidade.  Amizade não acaba, senão não é amizade!  Também tem aquelas amizades duradouras que nunca foram profundas, tem aquelas que duraram pouco, mas também teve aquela cujo silêncio não doeu, mas nem por isso deixamos de querer bem. 


É como disse o poeta, "mesmo que as pessoas mudem e suas vidas se reorganizem, os amigos devem ser amigos para sempre, mesmo que não tenham nada em comum, somente compartilhar as mesmas recordações.  Pois boas lembranças são marcantes, e o que é marcante nunca se esquece!  Uma grande amizade, mesmo com o passar do tempo, é cultivada assim."  



IN MY LIFE

THERE ARE PLACES I REMEMBER ALL MY LIFE,
THOUGH SOME HAVE CHANGED,
SOME FOREVER, NOT FOR BETTER,
SOME HAVE GONE AND SOME REMAIN.

ALL THESE PLACES HAD THEIR MOMENTS
WITH LOVERS AND FRIENDS I STILL CAN RECALL.
SOME ARE DEAD AND SOME ARE LIVING.
IN MY LIFE I'VE LOVED THEM ALL.

6 comentários:

Gisa disse...

Também penso nisso. Quando ocorreu a desconexão? Um grande bj querida amiga e bom final de domingo.

Ana Pe disse...

Obrigada Gisa. Você é sempre muito carinhosa!

Andressa disse...

Oun, essa música é linda. Curioso esse teu post hj, porque justamente ontem consegui retomar contato com o cara que foi meu melhor amigo por uns 5 anos, e que por forças maiores a vida nos afastou =p
mas tá tudo bem agora, estamos conversando e retomando o caminho, haha (:

bjsss, bom resto de domingo!

Ana Pe disse...

Gosto muito dessa versão feita pelo Ozzy. Ela mexe comigo muito mais que a dos Beatles.

Então Andressa, eu relutei muito pra entrar no Face. Diria que foram anos de relutância, mas qdo entrei me diverti horrores reencontrando as pessoas. Acredita que consegui achar gente que fez o jardim de infância comigo?!

corujinha disse...

Oi Ana seu post me fez lembrar muito da música A Lista (http://www.youtube.com/watch?v=aV99ypbCidw)do Oswaldo... gosto muito!!
Mas eu acho que amizades curtas são temperos de alegria na vida da gente. Então eu acredito que existem vários tipos de amizade,mas sempre vamos precisar daquelas que ficam que permanecem, apesar dos pesares da vida.

Ana Pe disse...

Corujex, não conhecia essa do Oswaldo... olha, a letra realmente é demais e diz muito do que eu senti.

Ontem eu realmente senti falta de algumas pessoas que foram muito presentes no meu início de idade adulta e que hoje, sabe-se lá porquê, estão distantes. Mas também foi uma alegria muito grande rever pessoas da minha infância e saber que elas tem boas recordações de mim. O que importa é que mesmo distante são amigos que levarei pra sempre comigo, né?!