quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Na vitrola

E o cara da banquinha de vinil continua firme e forte na esquina do meu trabalho. Não resisti e comprei...

8 comentários:

Gisa disse...

Baita filme esse!
Bjs.

Ana Pe disse...

Também gosto demais desse filme!

anonimo.com disse...

AP!
pode chamar assim? =D

que bom que tu gostou do blog. fiquei muito feliz.
vai lá sim. vou gostar muito.

adorei o teu.
o bebê de rosemary é o pipoco a trilha, mas sabe o q eu curto dos álbuns? as capas, e essa tá muito legal!

bjão.
e agosto é um mês de muito bom gosto, pode ter ctz.

Roderick Verden disse...

Não gosto desse filme, sorry. Lento e cansativo, na minha modesta opinião. Na época em q o vi, fiquei decepcionado.

Ana Pe disse...

Anonimo,
Sabe que eu também curto de montão as capas de vinil?!

Roderick,
Vc viu esse filme em mil novecentos e bolinha, nem lembra mais! Só vou aceitar a sua opinião depois que reve-lo!
O filme é muito legal! Deixa de ser implicante! (rs)

Roderick Verden disse...

Dona Ana Pia,

Não é questão de implicância, é questão de gosto mesmo. Na época, vi o filme com atenção, e vi na mesma época q assisti os filmes do Vincent Price, Christopher Lee , "O Exorcista".

O filme é considerado um clássico. Quase todos admiram o "Bebê de Rosemary", eu faço parte da minoria q não gosta.

E eu vi a sequência: "Veja o Que Aconteceu ao Bebê",e gostei. E a sequência já não é apreciada...

E aproveita q eu estou calmo.rs
E não gosto de ser chamado de velho(rs).

Bom dia pra vc!

Edson Coelho disse...

Ahhh que inveja! Não tem lojinhas de relíquias por aqui... rs

A primeira vez que vi esse filme achei fraco, porém o final me deixou tenso demaaais. Depois vi e gostei do início ao fim. E jamais pensei que Für Elise pudesse ser assustadora.


(ahhh, o filme do Almodovar que você quase viu foi Maus Hábitos - pra mim só chocante mesmo, gosto pouco)

Abraço

Mari disse...

muuito bom!