sábado, 27 de agosto de 2011

Dos momentos marcantes de minha vida

Estava revendo as fotos e o video da minha Festa de 15 anos... simplesmente hilário! 

Lembro que passei meses na dúvida se fazia a tal festa ou não. Eu sempre fui "do contra", sempre detestei fazer ou ter o que todo mundo tinha ou queria. E fazer a tal da festa era muito contra os meus princípios. 

Mas acabei cedendo por conta da pressão dos amigos e depois de muita negociação com minha mãe quanto ao vestido vermelho que queria usar, e sob a condição de não ter, em hipótese alguma, toda aquela "frufruzice" que envolve um festa desse tipo.  Perturbei tanto a cabeça dela com isso que acabei conseguindo o que queria.  Mas na hora da valsa [sim! eu tive que ceder a isso!] eu coloquei o vestidinho branco... mamy ficou tão feliz! 

A valsa foi um capítulo à parte. Estava tudo programado pra dançar com o meu namorado. Ensaiamos, exaustivamente, durante uma semana.  Mas na hora H, tivemos uma briga horrorosa! Tudo por conta de ciúmes, dele, diga-se de passagem! [ok. confesso que dei uma extrapoladinha].  Bom, só sei que por conta dessa briga bebi algumas taças de champagne e, já ligeiramente alterada, fui dançar com o meu tio que também já estava "mais pra lá, do que pra cá" [detalhe importante: meu tio nessa época era meio punk, meio dark, usava um moicano. Uma coisa assim, meio escandalosa pra época].  Momento inesquecível esse!

Fazendo um balanço geral, a Festa foi muito, mas muito legal mesmo! E eu me diverti horrores! Eu só faço questão que caia no mar do esquecimento o cabelo que eu usava na época.

Também teve o inesquecível verão de 87/88.  Nessa época eu era surfista, pegava onda de body border [queria ser a Glenda Kozlowski].  Ou seja, era o VERÃO DA LATA.  Aquele, onde apareceram toneladas de latinhas recheadas de maconha pelo litoral brasileiro!


A notícia da maconha ainda tava meia boca. E como eu tava de férias, as 06:30 da matina costumava estar no mar, em Ipanema. Não posso esquecer, era uma 3ª feira quando eu avistei váaaarias latas boiando. Assim, do nada, elas começaram a surgir, e nesse dia o mar nem tava legal, tava totalmente flat, era como se fosse um grande cardume de latas. A notícia se espalhou com uma velocidade estúpida (e olha que nessa época nem sonhávamos com twitter!).
Só sei que de repente me vi cercada "por mó" cabeçada indo atrás das latinhas. A cena foi surreal!


É óbvio que eu não peguei nenhuma, eu era uma adolescente.  Quando cheguei em casa contando que tinha "mergulhado num mar de maconha", minha mãe me chamou de "louca desvairada" e confiscou a minha prancha e o meu pé de pato, alegando que era uma medida necessária para que eu não caísse em tentação, e que só ia liberar quando as autoridades recolhessem todas as 20 toneladas de maconha que boiavam pelo litoral. 


E foi nesse verão doidão que a minha fase surfista acabou!


Há pouquíssimo tempo li, na revista ALFA, que o Claudio Manoel vai fazer um documentário sobre esse Verão.  Vamos aguardar!

"... marisia, sente a marisia. marisia, uh u-u-uh..."

7 comentários:

'Lara Mello disse...

Eu não tive festa de 15 anos, porque não quis mesmo, queria era me diverti com meus amigos, na época do rock, e se eu tivesse visto um mar de maconha na época da minha adolescência, estava doidona até hoje, porque pegaria Váaaaarias latas para mim :)

Pandora disse...

Realmente Ana, vc é muito divertida. Eu não conhecia essa história do maconha na latinha, mas adorei saber da sua festa de 15 anos e tudo o mais!

Ana Pe disse...

Lara,
Sem maconha eu já não bato muito bem da cabeça, imagina se eu fumasse...
___________________________________
Pandora,
Qualquer dia, se tiver coragem, vou postar uma foto da festa... boas gargalhadas eu garanto!

Luna Sanchez disse...

Não tive festa de debutante, consegui me livrar disso inventando uma crise de amnésia dois meses antes.

Não sabia dessa coisa de mar de maconha.

Não sei surfar.

Tô super sem sono.

Queria que esse post tivesse foto do teu cabelo na época e do cabelo do teu tio, evidentemente.

:p

Beijo, beijo.

Roderick Verden disse...

Imagino vc dançando valsa, Ana.rs

Falou uma verdade:vc já é louca sem usar maconha, já pensou se fumasse?rs

Aguardamos as fotos, então.

corujinha disse...

Campanha pelas fotos históricas!!
Adoro passar por aqui...

Ana Pe disse...

Luna,
A verdade é que em vez da festa eu queria era ter ido pra Europa enlouquecer, mas como não tinha dinheiro... enlouqueci na festa mesmo!
Sobre o famoso Verão da Lata, quando me lembro disso me sinto um verdadeiro Forrest Gump. Foi histórico aquele verão!
___________________________________
Roderick,
Ih, tá pensando o quê? até que eu danço direitinho! (há controvérsias!)
___________________________________
Corujinha,
Muito bom saber disso! Fico feliz!