domingo, 26 de dezembro de 2010

O melhor do Natal


Na boa, esse ano a rabanada foi o ponto alto do meu Natal. Eu não sei se eu romantizo demais as coisas ou se realmente os tempos são outros ou se eu é quem tenho a péssima mania de querer que certas lembranças permaneçam pra sempre... achei tudo muito apressado, minha mãe e meu irmão agoniadíssimos pra abrirem os presentes as nove da noite, no meu tempo só se abria a meia-noite em ponto... ah sei lá, foi tudo muito estranho... não foi como eu imaginava, mas foi bacana!

As vezes eu gosto muito de uma tradição... portanto, ano que vem é liquido e certo escrever uma cartinha pro Papai Noel!!!!!

2 comentários:

Caso me esqueçam disse...

e eu que fiquei sabendo ontem o que era uma rabanada? :X (soh falta eu dizer que fiquei sabendo ontem que papai noel nao existem ne...)

e como "antes tarde do que nunca": feliz natal, ana! :D

Marinha disse...

Amei a referência à rabanada!!! kkk
Concordo contigo, sinto falata de coisas que parecem serem importantes somente para mim (e parece que para ti tb).
Adorei o blog, querida!
Bjooo