domingo, 11 de julho de 2010

Ainda sob os efeitos da psicodelia...

... passei a tarde de domingo vendo Batman...


6 comentários:

Júnia L. disse...

Adorei as imagens,
esse sempre foi meu seriado preferido. Julie Newmar sempre será minha mulher gato predileta ela é PERFEITA e as outras são as outras e só!!!!!
Abraços
Adorei seu blog

Roderick Verden disse...

Cara Ana, não é sobre o efeito da psicodelia, é sobre o efeito da idiotia(aliás, creio q nem existe essa palavra, o certo é idiotice, não?). Quando eu era bem jovem, assisti muito a série, mas como eu levava a sério os super-heróis, achei q tal série era muito exagerada, já q o o Homem Morcego não tinha os poderes de um certos heróis como o Super Man, por exemplo. Quando ingressei na adolescência, continuei a ver a série... rs. Com vergonha de ser pego no flagra, por ver tão idiota coisa! rs. Mas, adulto, percebi q a ´série é uma comédia, não daquelas q nos arrancam gargalhadas. O grotesco predomina. Minha saudosa mãe mesmo dizia: 'os bandidos são todos retardados". Creio q nenhuma série da Tv, reuniu tantos astro consagrados ou mesmo esquecidos pelo público, mas q tiveram uma enorme importância no mundo do cinema. A série é hilária. E não se fazem mais coisas assim na televisão ou no cinema. A BatGirl foi subestimada(Ivone Craig está postada no meu blog), mas tudo ficou melhor, e mais grotesco, eu penso, com sua presença. Gotham City, Nova York, é a cidade dos idiotas. Batman e Robin são idiotas. Os vilões são tb idiotas. Toda a polícia, q só chega para prender os bandidos, é idiota, incluindo , claro, O Comissário Gordon e o Chefe OHará(escrevi errado). E, todo ser humano, assistindo ou não a série, é um idiota.

E não acredito q Batman era gay, o homem não passava de um caretão, q não tinha tempo pra nada, a não ser combater o crime, e era bem chegado na Mulher Gato!

Ana Pe disse...

Roderick,
Sendo eu uma pessoa "freak", só posso dizer que eu AMO coisas idiotas, principalmente coisas idiotas dos anos 60 e 70, onde imperava essa aurea psicodélica. De tanto que vi e revi programas desse tipo é que, acho eu, me tornei uma autêntica doida-careta. Já que não pude ir à Woodstock, me acabei mesmo foi nesses seriados.
E sabe de uma coisa, tenho quase certeza que Batman era Bissexual.

Ana Pe disse...

Roderick,
Sendo eu uma pessoa "freak", só posso dizer que eu AMO coisas idiotas, principalmente coisas idiotas dos anos 60 e 70, onde imperava essa aurea psicodélica. De tanto que vi e revi programas desse tipo é que, acho eu, me tornei uma autêntica doida-careta. Já que não pude ir à Woodstock, me acabei mesmo foi nesses seriados.
E sabe de uma coisa, tenho quase certeza que Batman era Bissexual.

Roderick Verden disse...

Pobre Batman! Até mesmo minha mãe,q chegou a não acreditar na homossexualidade de Rock Hudson, duvidava da dupla dinâmica! Um colega , quando viu uma foto dos dois, na antiga revista "Cinema", disse: '0lha os dois bundões!" Isso q dá ser honesto e não ter tempo nem para namorar, só no combate ao crime. rs

Sempre adorei séries desse tipo: Agente 86, Perdidos no Espaço, e tantas outras, e nada me fez tanto rir como "A Feiticeira" e mais ainda "Jennie é um Gênio". "Batman" é um série memorável. Pena q nem mais tenho televisão...
Beijos, Ana!

Júnia L. disse...

kakaka
Roderick, adorei essa colocação que vc fez:
"Até mesmo minha mãe,q chegou a não acreditar na homossexualidade de Rock Hudson, duvidava da dupla dinâmica"

Beijo Roderick querido e Ana